O dia 13

Oi amores,

Na semana passada, fiquei pensando se escrevia um texto sobre esse dia ou não. Então decidi escrever depois que o dia 12 passasse.

O Dia dos Namorados sempre foi uma data de super importância na minha vida. Talvez por ter começado a namorar cedo, e não entender direito o que essa e outras datas semelhantes realmente significavam, eu aguardava ansiosamente por esse dia, rs.

Depois de comemorar alguns Dia dos Namorados, acho que tenho bagagem “suficiente” para ter formado uma opinião sólida sobre esse assunto.

Minha primeira constatação é que, esse dia nada mais é que uma data comercial. Que te faz gastar rios de dinheiro com presentes, jantares caros, roupas para agradar o (a) parceiro(a), entre outras coisas…

Outro ponto, são as filas quilométricas em QUALQUER lugar que você desejar ir nesse dia.

Mas isso, com certeza você já sabe, mesmo que nunca tenha comemorado esse dia.

O que as pessoas muitas vezes esquecem de prestar atenção, é o real significado desse dia. Obviamente todos sabem que é o dia em que se comemora o amor. Mas a realidade é bem distorcida nessa data.

Você já parou pra pensar que o dia 12 de junho, é aquela data que você se esforça ao máximo para ser uma pessoa melhor para o seu amor?!

É a data que você mais se esforça para que não haja desentendimentos, brigas e falta de respeito. E também a data que você mais se esforça para demonstrar seu amor, carinho, atenção, etc.

Mas aí chega o dia 13, e tudo volta ao “normal”. Você que trai, volta a trair. Você que desrespeita, volta a desrespeitar. Você que ofende e agride física e psicologicamente, volta a ofender e a agredir.

Você que não presta atenção na pessoa linda que tem ao lado (e que se esforça para fazer o relacionamento de vocês durar), volta a enxergar a pessoa como insuportável.

Portanto, de que vale um dia para agradar, dar presente, postar foto no insta, face, twitter, se no dia seguinte, vocês voltarão a ser o casal do qual não se orgulhariam em expor por aí?

Quando você vive um relacionamento do qual você não se orgulha, o dia dos namorados passa a ser uma data super esperada, já que é provavelmente o dia mais tranquilo e feliz da relação, rs.

Aí quando você aprende que amar vai muito além de um dia, sua visão sobre o dia 12 muda completamente.

Eu continuo gostando e comemorando esse dia, não posso ser hipócrita de falar que não é bom ter um namorado no Dia dos Namorados. E quem fala que não, tá mentindo.

Mas acho que vale muito mais a pena passar esse dia sozinha, do que ter que esperar por ele, para gostar do seu relacionamento.

Como também acho que criar um presente, uma surpresa, mesmo sem ter que gastar 1 real, vale mais do que qualquer presente caro.

Respeitar seu parceiro (a), dar valor para sua relação, demonstrar seu carinho, atenção e amor todos os dias, com certeza vale mais do que um milhão de dias 12.

Que todos os dias 13, continuem sendo Dia dos Namorados, como os dias 14, 15…

E se você espera sempre por esse dia, do modo como eu falei ali em cima, que o seu dia 12 do próximo ano seja menos esperado, e mais cultivado!

Beijos,

Marina.